O Brasil perde Rômulo Mello, um importante nome para a conservação da biodiversidade

No dia 10 de outubro faleceu Rômulo José Fernandes Barreto Mello um notável gestor que contribuiu nos últimos 30

Romulo Mello. Reprodução Facebook ICMBio

Rômulo Mello. Reprodução Facebook ICMBio

anos para consolidar políticas públicas de proteção da natureza brasileira.

Ao longo da sua carreira, Rômulo se mostrou um profissional cheio de disposição tendo uma carreira ascendente com cargos de destaque nos órgãos executores da política ambiental. Ele foi técnico do Ibama desde sua fundação em 1989, chegando à presidência em 2002. Em 2007 deixou o IBAMA para ser diretor de Conservação da Biodiversidade do ICMBio, se tornando mais tarde primeiro presidente do órgão.

Como presidente do Ibama propôs a criação de 6,8 milhões de hectares de áreas protegidas distribuídos por 20 Unidades de Conservação e como presidente do ICMBio ajudou a criar mais 12 unidades de conservação.

Rômulo Mello sempre teve interesse pelas aves, especialmente pelas aves marinhas, contribuindo muito para os trabalhos da SAVE Brasil. Por isso nós sentimos muito a perda desse grande profissional e queremos manifestar nossos pesares para todos os familiares e amigos.

Rômulo nasceu na cidade de Gurupá, no Estado do Pará, no dia 18 de agosto de 1958 era engenheiro agrônomo formado pela Faculdade de Ciências Agrária do Pará e deixou mulher e três filhos.