Por que as aves?

O grupo das aves é formado por cerca de 10.000 espécies que compõem um vasto universo de cores, formas e cantos. Belas e inspiradoras, têm valor econômico, cultural, étnico e espiritual para povos em todo o mundo.

No Brasil existem 1.919 espécies de aves, sendo que 164 delas são consideradas globalmente ameaçadas de extinção. Nesse contexto, a SAVE Brasil foi criada para ajudar a conservar toda essa diversidade de aves.

Araponga (Procnias nudicollis) Foto: Arthur Grosset

Araponga (Procnias nudicollis)
Foto: Arthur Grosset

Além disso, as aves são excelentes indicadores da qualidade de nosso ambiente, funcionando como detectores de mudanças na saúde e condições do ecossistema.

Uma situação favorável ou não para as aves geralmente reflete uma situação semelhante para outros grupos de animais e plantas, inclusive o homem.

As aves são, portanto, essenciais para compreender os desafios ambientais e auxiliar nas mudanças de hábitos necessárias para a continuidade da vida no planeta.

Por que as aves são excelentes indicadores de qualidade ambiental?

  • Grupo bastante estudado pela ciência
  • Amplamente presentes: cerca de 10.000 espécies de aves no mundo; 1.872 espécies no Brasil
  • Facilmente amostradas – por sua voz, cores, forma – através de técnicas simples e de baixo custo
  • Apresentam grande variedade de respostas diante de diferentes condições ambientais
  • Podem ser monitoradas ao longo do tempo, permitindo uma melhor compreensão sobre as transformações ambientais

De que forma as aves funcionam como indicadores?

Através da avifauna observada em um determinado local – espécies presentes ou ausentes e sua abundância – é possível conhecer suas características, seu estado de conservação e qualidade dos serviços ambientais prestados, tais como qualidade do ar, regulação do clima e qualidade da água.

Por exemplo:

    • A araponga (Procnias nudicollis) é uma espécie de ave só encontrada em florestas bem preservadas.
    • O soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni) é uma espécie de ave ameaçada de extinção, só encontrada em áreas onde existem nascentes com água limpa.
    • O pardal (Passer domesticus) e o pombo-doméstico (Columba livia) são ambas espécies de aves exóticas originárias da Europa, ocorrendo apenas em ambientes altamente urbanizados.
Soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni) Foto: Ciro Albano

Soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni)   Foto: Ciro Albano

Além disso, mudanças no status de conservação e na distribuição das espécies podem levar a soluções de problemas não rastreáveis de outra forma.

Monitoramentos realizados ao longo das últimas quatro décadas pela Audubon Society, organização que representa a aliança BirdLife International nos Estados Unidos, revelaram que 58% das 305 espécies de aves que migram para o continente no inverno mudaram significativamente suas áreas de invernagem em direção ao norte, algumas delas em centenas de quilômetros, devido às mudanças climáticas.

Subsídio a Relatórios e Índices de Sustentabilidade

Por serem excelentes indicadores de qualidade ambiental, os dados sobre aves podem ser utilizados para subsidiar a elaboração de Relatórios de Sustentabilidade, seguindo as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), especialmente no relato de indicadores de desempenho em biodiversidade.

Os dados sobre aves também podem servir de suporte às informações de Gestão, Impacto e Desempenho Ambiental para os questionários de avaliação dos Índices Dow Jones de Sustentabilidade e do Índice de Sustentabilidade Empresarial BM&FBOVESPA.

Serviços ambientais realizados pelas aves

Além de serem bons indicadores, as aves têm papeis ecológicos muito importantes no meio ambiente, como a dispersão de sementes, a polinização, e o controle de pragas. Como exemplos dessas funções desempenhadas por elas, podemos apontar espécies como os jacus, sanhaços e arapongas, que se alimentam de frutos engolindo as sementes sem quebrá-las, de forma que as eliminam junto com as fezes em lugares mais distantes, onde germinam dando origem à novas plantas. Espécies como os beija-flores realizam uma função semelhante, já que ao se alimentarem do néctar das flores, carregam o pólen em seus bicos e dessa forma realizam a polinização. Há também aves que exercem um papel importante no controle de animais considerados pragas, como por exemplo, as andorinhas, que são aves insetívoras, e as corujas, que se alimentam de roedores.  Outra função muito importante desempenhada por aves é realizada pelos urubus, que se alimentam de carcaças de animas, não permitindo que essas se acumulem no ambiente. Além disso, assim como os outros animais, as aves também contribuem para o equilíbrio do meio ambiente sendo presas para predadores, e suas fezes e carcaças agem como adubos naturais para as florestas.

Engajamento da comunidade nas questões ambientais

Devido a sua variedade de formas, cores e sons, as aves desempenham um importante papel como espécies-bandeira, tornando possível chamar a atenção para as questões ambientais como um todo. Com foco nas aves, a SAVE Brasil desenvolve programas de educação ambiental e disseminação que atraem o interesse e despertam a atenção das pessoas para a conservação da natureza.