O Parque

 

O Parque Nacional da Lagoa do Peixe – PNLP

O Parque Nacional da Lagoa do Peixe é uma das principais áreas de descanso e alimentação para aves migratórias na costa leste da América do Sul. Dezenas de milhares de aves migratórias, de mais de 40 espécies, buscam refúgio no parque todos os anos, provenientes principalmente do hemisfério norte e do extremo sul do continente. Os ambientes e as condições ecológicas encontradas no parque são vitais para que essas aves consigam realizar suas migrações espetaculares e, assim, completar seu ciclo de vida.

O PNLP também protege uma amostra representativa do singular conjunto de ecossistemas costeiros do extremo sul do Brasil, já profundamente descaracterizado em outros setores do litoral sul brasileiro devido à expansão de balneários e de atividades produtivas como a silvicultura. Esses ecossistemas incluem dunas, campos arenosos, banhados, marismas, campos úmidos e matas de restinga, além do ambiente lagunar, e abrigam diversos animais ameaçados de extinção, como a lagartixa-da-praia, a sanã-cinza, o lenheiro-platino, o maçarico-acanelado e o tuco-tuco-branco. A Lagoa do Peixe, devido à sua comunicação intermitente com o mar, serve de abrigo e berçário natural a uma grande variedade de organismos marinhos e estuarinos, entre eles o camarão-rosa, a tainha e o linguado, que têm importância econômica na região.

Por sua relevância internacional para a conservação das aves migratórias e das zonas úmidas em geral, o PNLP foi incluído na Rede Hemisférica de Reservas para Aves Limícolas em 1991 e declarado Sítio Ramsar em 1993. O parque também é reconhecido pela UNESCO como zona núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Todo esse conjunto de atributos torna o PNLP uma área natural excepcionalmente valiosa e, ao mesmo tempo, extremamente frágil, merecedora de ações de proteção e gestão compatíveis com o seu enquadramento como unidade de conservação e com sua condição de patrimônio natural brasileiro.

 

Os principais desafios de gestão do PNLP

  • Ampliar o reconhecimento dos valores e serviços do PNLP
  • Harmonizar os usos públicos e tradicionais com os objetivos de conservação do PNLP
  • Promover o turismo sustentável como oportunidade para o desenvolvimento regional e a conservação da biodiversidade
  • Melhorar a comunicação e a integração com a comunidade local e estabelecer uma relação de confiança e reciprocidade com moradores e proprietários de terras da região na condução da gestão da unidade de conservação
  • Desenvolver os instrumentos de gestão do PNLP de forma participativa
  • Integrar os objetivos de conservação do PNLP ao planejamento e desenvolvimento econômico do litoral do Estado do Rio Grande do Sul