Mutum-do-sudeste

O mutum-do-sudeste (Crax blumenbachii) é uma ave endêmica da Mata Atlântica.

Painel do mutum-do-sudeste em escola na comunidade de Prado Foto: Ariane Alvarez

Painel do mutum-do-sudeste em escola na comunidade de Prado
Foto: Ariane Alvarez

Devido à destruição das florestas e à caça de subsistência e esportiva, suas populações sofreram uma drástica redução. Estima-se que existam livres na natureza não mais que 250 indivíduos distribuídos em apenas seis localidades nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia. Atualmente é uma espécie considerada Em Perigo (EN) tanto pelo IBAMA quanto pela BirdLife International/IUCN.

Para promover a conservação da espécie, a SAVE Brasil, em parceria com o IBAMA e com outras 13 instituições, elaborou o “Plano de Ação Nacional para a Conservação do Mutum-do-Sudeste”, que envolve ações em políticas públicas e legislação, proteção da espécie e do hábitat, pesquisa e reintrodução, manejo das populações em cativeiro e educação ambiental.

Principais resultados

  • Realização da campanha de educação ambiental Salve o Mutum-do-Sudeste envolvendo cerca de 500 pessoas da comunidade de Prado, Bahia.
    mutum

    Mutum-do-sudeste (Crax blumenbachii)
    Foto: Ciro Albano

  • Pintura do painel mutum-do-sudeste na Escola Anísio Texeira, em Prado.
  • Apoio ao projeto de reintrodução do mutum-do-sudeste na Reserva Ecológica de Guapiaçu, localizada no Rio de Janeiro.
  • Participação do Plano de Manejo do Parque Nacional do Descobrimento, na Bahia, importante área de ocorrência da espécie onde a SAVE Brasil desenvolveu um projeto de censo populacional e monitoramento e fez o registro fotográfico do mutum-do-sudeste.

Organizações parceiras

Reserva Ecológica de Guapiaçu (REGUA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)

Apoiadores

The Bromley Trust, Chester Zoological Gardens, North of England Zoological Society, The Golden Bottle Trust, Van Tienhoven Foundation for International Nature Protection e World Pheasant Association.