Matéria sobre a Alianza del Pastizal em revista especializada

A Alianza del Pastizal e seu programa Carnes del Pastizal são tema de reportagem na edição de agosto da revista Feed&Food, publicação direcionada a profissionais da indústria de produção de proteína animal. revista_pampa

A matéria “Criação e Conservação do Pampa”, destaca a possibilidade de aliar a produção pecuária com a conservação dos campos nativos e apresenta o programa Carnes del Pastizal, que oferta um produto produzido de forma alinhada à conservação do meio ambiente, focado nos consumidores mais conscientes, e buscando mostrar à sociedade a importância dos campos nativos do Cone Sul da América do Sul.

No Bioma Pampa, os campos são propícios para a para a criação de gado e não precisam ser plantados, pois já são naturais da região. Além disso, com um manejo eficiente do ponto de vista da produção, se alcançam os maiores índices de biodiversidade. Os campos nativos são hábitat para 280 espécies de aves, 85 de mamíferos, e 75 de répteis e anfíbios, e contam com mais de 400 espécies de gramíneas e 150 de leguminosas, fornecendo uma dieta extremamente saudável e balanceada ao gado, o que reflete diretamente na qualidade da carne. Além de apresentar uma composição e sabor positivamente diferenciados, a carne de gado criado em sistemas pastoris em comparação aos sistemas de produção mais intensivos, com uma dieta baseada em grãos, é mais saudável, com adequada relação dos ácidos graxos Ômega 6/Ômega 3, Betacaroteno, Vitamina E, e um considerável aporte de antioxidantes e anticancerígenos naturais.

Outra vantagem é a questão das emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa e mudanças climáticas globais. A pecuária com base forrageira em campo nativo bem manejado possui um balanço de carbono negativo, ou seja, o sistema consome muito mais carbono da atmosfera do que a quantidade emitida pelo gado, e assim funciona como um sumidouro de carbono. Este sistema de produção não depende da utilização de suplementação com grãos, produzidos mediante sistemas agrícolas de altas emissões de carbono.

O programa de certificação de propriedades para o Carnes del Pastizal já conta com uma boa adesão de produtores do Rio Grande do Sul, que acreditam no trabalho da Alianza e produzem eficientemente tanto do ponto de vista econômico quanto ambiental, com uma base forrageira em Campos Naturais. Por meio do programa de carnes já foram certificados cerca de 80 mil hectares de campos que produzem carnes aptas a receber o selo da Alianza del Pastizal. Já são 110 propriedades membros, e a exigência fundamental é que as fazendas mantenham um mínimo de 50% de campo nativo, o que é perfeitamente alcançável para uma grande parte das propriedades do estado.

Assim como no Rio Grande do Sul, o Uruguai já está em tratativas para firmar convênios com a indústria, enquanto  na Argentina isso já é uma realidade, com Carnes del Pastizal já sendo exportadas para a Europa e disponíveis no mercado interno.

A Alianza del Pastizal é uma iniciativa liderada pela BirdLife International em conjunto com seus representantes SAVE Brasil, Aves Argentinas, Guyra Paraguay e Aves Uruguay, cujas ações têm por objetivo integrar o desenvolvimento do Pampa com a conservação da biodiversidade, por meio da promoção de técnicas de manejo favoráveis ao meio ambiente.

No Brasil, as iniciativas são lideradas pela SAVE Brasil, contando com a participação de outras organizações que compartilham a Visão da Alianza, entre indústrias, sindicatos rurais, instituições de pesquisa e associações de produtores rurais.

Leia a matéria na íntegra em (a partir da página 96):

http://www.revistafeedfood.com.br/pub/curuca/