Jacutinga

A jacutinga é uma ave de médio porte, que apresenta hábitos arborícolas e pertence à família dos cracídeos, que também inclui os jacus e mutuns.

Jacutinga_AlecsandraTassoni 2Nome científico: Aburria jacutinga

Tamanho: Atinge entre 64-74 cm e 1,5 kg.

Grau de ameaça: Classificada pela BirdLife International/IUCN como Em Perigo (EN).

Nacionalmente também está classificada na mesma categoria.

Distribuição geográfica: A jacutinga é uma espécie endêmica da Mata Atlântica. No Brasil, originalmente ocorria desde a Bahia até o Rio Grande do Sul, mas atualmente a espécie está extinta na Bahia, Rio de Janeiro e Espírito Santo, sendo restrita aos estados de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Além do Brasil, também pode ser encontrada em áreas no Paraguai e na Argentina.

Alimentação: A jacutinga é uma ave frugívora, e embora o palmito-juçara (Euterpe edulis) seja um alimento importante em sua dieta, essa espécie também se alimenta de grande variedade de frutos, sendo que regurgita ou defeca as sementes, contribuindo assim para a sua dispersão. Em menor quantidade, também pode comer artrópodes, botões florais e sementes.

Ameaças: As principais ameaças à jacutinga são a caça e a perda de hábitat. A espécie era extremamente comum em parte de sua área de ocorrência até as décadas de 1940 e 1950, quando eram caçadas aos milhares. Essa caça intensa foi uma das principais causas da diminuição das populações de jacutingas e suas extinções locais. Quanto à perda de hábitat, a Mata Atlântica além de ter sofrido historicamente com o desmatamento, ainda é muito explorada, de forma que hoje restam apenas 8,5% de seu território original.